15/09/2014

Nova droga bloqueia gene que conduz crescimento de câncer

Quando está ativa, uma proteína chamada Ral pode conduzir o crescimento do tumor e a metástase em diversos tipos de câncer, como o de pâncreas, próstata, cólon e bexiga. Até agora medicamentos que bloqueiam esta atividade não estão disponíveis.

 Mas um estudo publicado ontem na revista “Nature” usa um novo approach para atingir a ativação da proteína.

“Quando se pretende evitar a mordida de um crocodilo, um caminho é manter a boca dele fechada. 
Tentamos uma nova maneira: colocamos um palito para segurar a boca dele aberta”, disse o pesquisador Dan Theodorescu, professor de Urologia e Farmacologia e diretor do Centro de Câncer da Universidade do Colorado.

Estado Islâmico diz ter decapitado mais um refém, desta vez britânico


Terrorista do Estado Islâmico faz ameaça dizendo que o homem ao seu lado, identificado como o britânico David Cawthorne Haines, pode ser o próximo a ser decapitado em represália à intervenção militar dos EUA no Iraque 

O grupo Estado Islâmico divulgou um vídeo que supostamento mostraria a execução do refém britânico David Haines, de 44 anos. Haines, um escocês de 44 anos, era agente humanitário e foi sequestrado na Síria em março de 2013.

As agências e veículos internacionais dizem não ter conseguido confirmar a veracidade do vídeo entitulado "Mensagem aos aliados da América", conforme a Reuters

O vídeo mostraria um homem encapuzado no deserto junto ao refém. Momentos antes da sua morte, Haines lê um texto em que atribui a sua execução ao primeiro-ministro britânico David Cameron. O vídeo é semelhante às decapitações de dois jornalistas norte-americanos, James Foley e Steven Sotloff, executados pelo Estado Islâmico e também divulgados pelo grupo em vídeos.

O primeiro-ministro britânico David Cameron afirmou que o assassinato do agente humanitário pelo Estado Islâmico foi um ato de pura maldade, e garantiu que levará os responsáveis à Justiça a qualquer custo.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que, nesta semana, anunciou uma estratégia para tentar destruir o Estado Islâmico, afirmou que condena veementemente a decapitação do agente humanitário e que pretende trabalhar com o Reino Unido e outras nações para levar os assassinos à Justiça.

Apelo da família
O vídeo foi divulgado horas após a família do trabalhador humanitário britânico ter feito um apelo para que os sequestradores o libertassem



Matéria do G1

Nasce neto de Silvio Santos e do vice-governador e candidato ao governo do RN

Nasceu na manhã deste domingo, 14, Pedro, o primeiro filho de Patrícia Abravanel e Fabio Faria. 

O avô Robinson Faria, vice-governador do Rio Grande do Norte, deu a notícia. "Dizem que ser avô é ser pai duas vezes! Hoje meu filho conheceu a alegria de ser pai. Meu primeiro neto, Pedro, nasceu neste domingo com 50 cm e mais de 3kgs. Grande Pedro. 

Agradeço ao meu filho a Patrícia por me darem a alegria de ser avô!", disse Robinson no Twitter.

Em conversa com a CARAS Digital, a assessora de Patrícia confirmou o nascimento e disse que mãe e filho passam bem.

Patrícia estava na 39ª semana de gestação. Na sexta-feira, 12, ela contou que engordou 18kg na gestação e estava esperando a chegada do primogênito.

O nome do neto de Silvio Santos foi escolhido por uma pessoa do auditório do SBT. "Sempre foi o nome com o qual nos referimos ao nosso filho, desde a primeira vez em que tocamos no assunto, muito antes de ele existir. 

Depois de saber o sexo, um dia, nas minhas orações, pedi a Deus que me desse um sinal. Ainda não o conhecia, mas Ele, sim.

 No dia seguinte, meu pai perguntou ao auditório qual seria o nome do meu filho. A primeira pessoa a responder disse: Pedro. Tive a certeza", contou ela em recente entrevista à Revista CARAS.

Patrícia e Fábio devem se casar em breve. Eles ficaram noivos aos 8 meses de gravidez. 

"E eu disse sim! Sim para o amor da minha vida. Sim para o pai do meu filho. Sim para o homem que conquistou meu coração e encheu minha vida de alegria. Que Deus nos abençoe para construirmos juntos uma história cheia de frutos com muito amor! Amo você", contou ela no Instagram.





Fonte: Revista Caras

Pesquisa em Mossoró, mas margem de erro traz empate técnico com Robinson


A pesquisa divulgada neste domingo (14) pelo jornal mossoroense Gazeta do Oeste mostra empate entre os candidatos ao Governo Robinson Faria (PSD) e Henrique Alves (PMDB). A pesquisa mostra o que as ruas sinalizam: 

o crescimento da campanha de Robinson e o sentimento de mudança na estrutura política do Rio Grande do Norte. De acordo com a pesquisa feita pelo Instituto Certus e Gazeta do Oeste de 10 à 12 de setembro, Robinson tem 15,33% e Henrique tem 18,59%, o que configura empate técnico entre os candidatos já que a margem de erro é de 3%.

Para Robinson a pesquisa reflete o apoio que a campanha tem recebido dos mossoroenses. “Nas ruas de Mossoró o sentimento é de mudança. Os eleitores elegeram o nosso prefeito Francisco José que vem fazendo um bom trabalho na Prefeitura e agora vão eleger o governador. Mossoró terá um governador parceiro a partir de janeiro de 2015. A nossa pesquisa no olho a olho aponta que estamos no caminho certo. Agradecemos a todos os mossoroenses pelo apoio a nossa caminhada”, destacou.

A disputa para o Senado também mostra a vitória de Fátima Bezerra (PT) que – de acordo com a pesquisa – vence a disputa com 9,3% à frente da candidata em segundo lugar. A pesquisa mostra que 33,67% dos mossoroenses votam em Fátima contra 24,37% que votam em Wilma. A margem de erro da pesquisa Certus/Gazeta é de 3% percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. A pesquisa foi protocolizada no TRE com sob o número RN-00026/2014. 



Governo do RN

Henrique Alves (PMDB) – 29,40% 

Robinson Faria (PSD) – 27,14% 

Robério Paulino (PSOL) – 1,51% 
Simone Dutra (PSTU) – 1,26% 
Araken Farias (PSL) não foi citado na pesquisa. 

Nenhum - 27,39% 
Não sabem – 11,81% 
Não responderam – 0,25%

Mais de 100 concursos abertos somam 15,7 mil vagas em todo o país

Salários chegam a R$ 23,9 mil na Procuradoria do Rio Grande do Norte.

Há cargos para todos os níveis de escolaridade.



Pelo menos 103 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (15) e reúnem 15.712 vagas para cargos em todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 23.997,18 na Procuradoria Geral do Rio Grande do Norte.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os órgãos que abrem inscrições para 1.820 vagas nesta segunda são os seguintes: Câmara Municipal de Munhoz (MG), Instituto de Atenção Básica à Saúde (Iabas), Prefeitura de Gaspar (SC), Prefeitura de Horizontina (RS), Prefeitura de Iporã (PR), Prefeitura de Itambacuri (MG), Prefeitura de Parelhas (RN), Prefeitura de Taiobeiras (MG), Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo e Tribunal de Justiça do Amapá.

Instituição/ÓrgãoPrazo

Vagas Salário máximo Escolaridade Local de trabalho Edital Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (MG) 15/0914 23 R$ 2.212,04 nível médio Contagem (MG) veja edital

Câmara Municipal de Araxá (MG) 16/09/14 38 R$ 3.306,92 todos os níveis Araxá (MG) veja edital

Câmara Municipal de Embu das Artes (SP) 08/10/14 12 e cadastro R$ 4.072,89 todos os níveis Embu das Artes (SP) veja edital

Câmara Municipal de Munhoz (MG) 10/10/14 7 R$ 1.922,92 todos os níveis Munhoz (MG) veja edital

Câmara Municipal de Sertãozinho (SP) 01/10/14 19 R$ 5.033,73 todos os níveis Sertãozinho (SP) veja edital

Celg Geração e Transmissão S.A 16/09/14 60 e cadastro R$ 6.631,02 níveis médio/ técnico e superior Goiás veja edital

Companhia Docas de Santana (AP) 15/09/14 8 R$ 3.771,05 níveis médio/ técnico e superior Amapá veja edital

Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) 09/10/14 6 e cadastro R$ 9.986,81 nível superior Brasília veja edital

Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa) 07/10/14 25 e cadastro R$ 5.929,81 níveis médio e superior Porto Alegre veja edital

Conselho Regional de Contabilidade do Distrito Federal 25/10/14 233 R$ 2.111,18 níveis médio/ técnico e superior Distrito Federal veja edital

Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba 03/10/14 15 R$ 4.117,97 níveis médio e superior Paraíba veja edital

Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro 25/09/14 5 R$ 11.246 níveis médio e superior Rio de Janeiro veja edital

Consórcio Intermunicipal do Oeste Paulista (Ciosp-SP) 15/09/14 78 R$ 12.000 todos os níveis Presidente Prudente (SP), Regente Feijó (SP), Rancharia (SP), Presidente Epitácio (SP) e Presidente Bernardes (SP) veja edital

Defensoria Pública do Rio de Janeiro 29/09/14 25 não informado nível superior Rio de Janeiro veja edital
Eletrobras Distribuição Roraima 16/09/14 103 R$ 1.954,67 nível medio/ técnico Roraima veja edital

Fundação de Ensino de Contagem (Funec), em Minas Gerais 15/09/14 14 R$ 1.486,71 níveis médio e superior Contagem (MG) veja edital

Fundação de Saúde de Novo Hamburgo (RS) 05/10/14 225 e cadastro R$ 3.275,30 todos os níveis Novo Hamburgo (RS) veja edital

Fundação de Saúde Pública de São Gabriel do Oeste (MS) 06/10/14 61 R$ 11.948,11 todos os níveis São Gabriel do Oeste (MS) veja edital

Governo do Distrito Federal 13/10/14 50 e cadastro R$ 3.579,42 nível superior Distrito Federal veja edital

Hospital e Maternidade do Sertão Central, no Ceará 21/09/14 1.640 R$ 8.264,65 todos os níveis Quixeramobim (CE) veja edital
Instituto de Atenção Básica à Saúde (Iabas) 05/10/14 21 e cadastro R$ 11.449,81 níveis médio e superior Rio de Janeiro veja edital

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina 26/09/14 145 R$ 8.717,64 níveis médio/ técnico e superior Santa Catarina veja edital

Instituto Militar de Engenharia do Exército 06/10/14 5 não informado nível superior Rio de Janeiro veja edital
Instituto de Previdência Social de Campinas 15/09/14 18 R$ 6.300,40 níveis médio e superior Campinas veja edital

Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas 29/09/14 94 R$ 5.143,59 níveis médio e superior Amazonas veja edital

Marinha (1) 08/10/14 738 não informado nível médio/ técnico Rio de Janeiro veja edital
Marinha (2) 10/10/14 77 não informado nível superior Rio de Janeiro veja edital


Ministério Público da Bahia 03/10/14 30 não informado nível superior em direito Bahia veja edital

Ministério Público do Rio Grande do Sul (1) 19/09/14 30 R$ 19.383,88 nível superior em direito Rio Grande do Sul veja edital

Ministério Público do Rio Grande do Sul (2) 26/09/14 18 R$ 9.897,27 nível superior Rio 
Grande do Sul veja edital

Polícia Civil do Rio de Janeiro 12/10/14 100 R$ 4.830,63 nível superior Rio de Janeiro veja edital

Polícia Militar do Paraná 19/09/14 60 R$ 8.336,63 nível médio Paraná veja edital
Prefeitura de Alpinópolis (MG) 18/09/14 29 R$ 9.000 todos os níveis Alpinópolis (MG) veja edital

Prefeitura de Alto Paraguai (MT) 18/09/14 37 R$ 3.300 níveis médio e superior Alto Paraguai (MT) veja edital

Prefeitura de Anchieta (SC) 07/10/14 41 R$ 2.524,86 todos os níveis Anchieta (SC) veja edital
Prefeitura de Ariquemes (RO) 29/09/14 163 R$ 6.295,29 todos os níveis Ariquemes (RO) veja edital

Prefeitura de Atibaia (SP) 16/09/14 274 R$ 9.983,29 todos os níveis Atibaia (SP) veja edital

Prefeitura de Balneário Rincão (SC) 25/09/14 49 R$ 8.292,72 todos os níveis Balneário Rincão (SC) veja edital
Prefeitura de Bandeirante (SC) 25/09/14 26 R$ 3.209,42 todos os níveis Bandeirante (SC) veja edital

Prefeitura de Bela Vista de Minas (MG) 0890/14 106 R$ 2.521,58 todos os níveis Bela Vista de Minas (MG) veja edital

Prefeitura de Bom Jesus do Araguaia (MT) 25/09/14 48 R$ 3.851,15 todos os níveis Bom Jesus do Araguaia (MT) veja edital
Prefeitura de Cachoeira do Sul (RS) 25/09/14 266 R$ 9.846,36 todos os níveis Cachoeira do Sul (RS) veja edital
Prefeitura de Cajamar (SP) 22/09/14 32 R$ 15,24 por hora/aula nível superior Cajamar (SP) veja edital

Prefeitura de Capão Bonito (SP) 28/09/14 108 R$ 4.120,55 todos os níveis Capão Bonito (SP) veja edital

Prefeitura de Careiro da Várzea (AM) 18/09/14 286 R$ 3.799 todos os níveis Careiro da Várzea (AM) veja edital

Prefeitura de Catuípe (RS) 25/09/14 47 R$ 8.874 todos os níveis Catuípe (RS) veja edital

Prefeitura de Cerqueira César (SP) 19/09/14 48 R$ 3.007,23 todos os níveis Cerqueira César (SP) veja edital

Prefeitura de Coronel Fabriciano (MG) 18/09/14 251 R$ 1.827,81 todos os níveis Coronel Fabriciano (MG) veja edital

Prefeitura de Florianópolis 21/09/14 87 R$ 3.427,68 níveis médio/ técnico e superior Florianópolis veja edital

Prefeitura de Gaspar (SC) 14/10/14 181 R$ 8.092,81 todos os níveis Gaspar (SC) veja edital

Prefeitura de Guapimirim (RJ) 30/09/14 344 R$ 6.500 níveis médio e superior Guapimirim (RJ) veja edital

Prefeitura de Guarani das Missões (RS) 21/09/14 37 e cadastro R$ 8.009,58 todos os níveis Guarani das Missões (RS) veja edital

Prefeitura de Horizontina (RS) 12/10/14 21 e cadastro R$ 5.609,04 todos os níveis Horizontina (RS) veja edital

Prefeitura de Itapevi (SP) 22/09/14 143 R$ 5.951,26 nível superior Itapevi (SP) veja edital

Prefeitura de José Boiteux (SC) 01/10/14 20 e cadastro R$ 3.355,28 todos os níveis José Boiteux (SC) veja edital

Prefeitura de Iporã (PR) 10/10/14 19 e cadastro R$ 7.890 todos os níveis Iporã (PR) veja edital

Prefeitura de Itabirito (MG) 13/10/14 72 R$ 1.761,10 nível médio Itabirito (MG) veja edital
Prefeitura de Itaguara (MG) 25/09/14 67 R$ 10.332,74 todos os níveis Itaguara (MG) veja edital

Prefeitura de Itambacuri (MG) 28/09/14 30 R$ 1.500 todos os níveis Itambacuri (MG) veja edital

Prefeitura de Jarinu (SP) 15/09/14 55 R$ 7.405 todos os níveis Jarinu (SP) veja edital

Prefeitura de Luisburgo (MG) 15/09/14 76 R$ 3.985,08 todos os níveis Luisburgo (MG) veja edital

Prefeitura de Maringá (PR) 25/09/14 209 R$ 3.998,19 níveis médio e superior Maringá (PR) veja edital

Prefeitura de Mucuri (BA) 30/09/14 99 R$ 2.255,33 todos os níveis Mucuri (BA) veja edital

Prefeitura de Nicolau Vergueiro (RS) 21/09/14 15 R$ 8.300 todos os níveis Nicolau Vergueiro (RS) veja edital

Prefeitura de Nova Odessa (SP) 21/09/14 57 R$ 2.707,28 todos os níveis Nova Odessa (SP) veja edital

Prefeitura de Nova Veneza (SC) 07/10/14 63 R$ 2.151,40 todos os níveis Nova Veneza (SC) veja edital

Prefeitura de Pacajus (CE) 26/09/14 224 R$ 6.000 níveis médio e superior Pacajus (CE) veja edital

Prefeitura de Pacatuba (CE) 30/09/14 1.376 R$ 3.246,57 todos os níveis Pacatuba (CE) veja edital

Prefeitura de Palmares (PE) 30/09/14 355 R$ 2.500 níveis médio e superior Palmares (PE) veja edital

Prefeitura de Palmeira (SC) 24/09/14 75 R$ 9.000 todos os níveis Palmeira (SC) veja edital

Prefeitura de Paranaíta (MT) 22/09/14 40 e cadastro R$ 12.190,56 todos os níveis Paranaíta (MT) veja edital

Prefeitura de Paraty (RJ) 15/09/14 90 R$ 1.014 nível fundamental Paraty (RJ) veja edital

Prefeitura de Parecis (RO) 30/10/14 54 R$ 8.175 todos os níveis Parecis (RO) veja edital

Prefeitura de Parelhas (RN) 03/10/14 227 R$ 6.500 todos os níveis Parelhas (RN) veja edital

Prefeitura de Piedade (SP) 23/09/14 23 R$ 5.513,08 níveis médio e superior Piedade (SP) veja edital

Prefeitura de Planalto (PR) 06/10/14 74 e cadastro R$ 11.211,52 todos os níveis Planalto (PR) veja edital

Prefeitura de Raul Soares (MG) 18/09/14 185 R$ 11.985,95 todos os níveis Raul Soares (MG) veja edital

Prefeitura de Rio Grande (RS) 09/10/14 133 R$ 2.662,87 todos os níveis Rio Grande (RS) veja edital

Prefeitura de Rodolfo Fernandes (RN) 25/09/14 51 R$ 4.500 níveis médio/ técnico e superior 

Rodolfo Fernandes (RN) veja edital

Prefeitura de Santana do Seridó (RN) 26/09/14 79 R$ 1.200 todos os níveis Santana do Seridó (RN) veja edital

Prefeitura de Santo Antônio do Amparo (MG) 09/10/14 18 R$ 5.293,13 todos os níveis Santo Antônio do Amparo (MG) veja edital

Prefeitura de São Gonçalo do Piauí (PI) 24/10/14 34 R$ 1.690,47 todos os níveis São Gonçalo do Piauí (PI) veja edital

Prefeitura de São Luís 26/09/14 319 R$ 7.618,16 todos os níveis São Luís veja edital

Prefeitura de São Martinho (RS) 30/09/14 38 R$ 6.874,89 todos os níveis São Martinho (RS) 

Prefeitura de Taiobeiras (MG) (1) 19/09/14 70 R$ 4.271,20 todos os níveis Taiobeiras (MG) veja edital

Prefeitura de Taiobeiras (MG) (2) 02/10/14 74 R$ 4.271,20 todos os níveis Taiobeiras (MG) veja edital

Prefeitura de Teixeira Soares (PR) 01/10/14 46 R$ 2.507,13 todos os níveis Teixeira Soares (PR) veja edital

Prefeitura de Turvo (PR) 24/09/14 109 R$ 9.768,45 todos os níveis Turvo (PR) veja edital

Prefeitura de Umuarama (PR) 29/09/14 146 R$ 3.706,41 todos os níveis Umuarama (PR) veja edital

Prefeitura de Uruaçu (GO) 09/10/14 319 R$ 8.677,70 todos os níveis Uruaçu (GO) veja edital

Prefeitura de Valinhos (SP) 16/10/14 206 R$ 4.069,84 todos os níveis Valinhos (SP) veja edital

Prefeitura de Videira (SC) 02/10/14 196 R$ 4.869,81 todos os níveis Videira (SC) veja edital

Procuradoria Geral do Rio Grande do Norte 07/10/14 10 R$ 23.997,18 nível superior em direito Rio Grande do Norte veja edital

Progresso e Desenvolvimento de Santos (SP) - Prodesan 25/09/14 79 e cadastro R$ 
4.182,39 todos os níveis Santos (SP) veja edital

São Paulo Urbanismo 19/09/14 27 R$ 4.786,04 todos os níveis São Paulo veja edital

Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo 24/10/14 1.140 R$ 2.695,88 nível médio São Paulo veja edital

Secretaria de Saúde de Pernambuco 25/09/14 1.905 R$ 4.599,02 níveis médio/ técnico e superior Pernambuco veja edital

Secretaria de Saúde de Santa Catarina 21/09/14 173 R$ 5.400 níveis médio/ técnico e superior Santa Catarina veja edital

Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Manhuaçu (MG) 08/10/14 74 R$ 3.432,61 todos os níveis Manhuaçu (MG) veja edital

Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva (SP) 21/09/14 72 R$ 2.224,99 todos os níveis Catanduva (SP) veja edital

Tribunal de Contas de Goiás 02/10/14 55 R$ 7.018,03 nível superior Goiás veja edital

Tribunal de Justiça do Amapá 15/10/14 100 R$ 6.009,16 níveis médio e superior Amapá veja edital

Tribunal de Justiça do Tocantins 06/10/14 127 remuneração varia de acordo com os serviços prestados nível superior em direito Tocantins veja edital



13/09/2014

O valioso sangue azul dos caranguejos-ferradura que salva vidas

Todo ano cerca de 250 mil caranguejos-ferradura, esse bichinho feio que, apesar do nome, tem mais parentesco com aranhas e escorpiões do que com crustáceos, são retirados de seu habitat na costa leste dos EUA e submetidos a um processo de extração de sangue. Além de valioso, ele é muito importante para a nossa saúde.

À primeira vista, a característica mais curiosa do sangue do caranguejo-ferradura (também conhecido como Límulo) é sua cor azul. Ele é assim devido à presença da hemocianina para o transporte de oxigênio nas células sanguíneas, similar à nossa hemoglobina, mas baseada em cobre em vez de ferro.

Embora bonito, o que torna o sangue desses caranguejos valioso são suas propriedades medicinais. Um componente químico encontrado em seus amebócitos consegue detectar e isolar contaminações por bactéria rapidamente (45 minutos, contra dois dias em mamíferos) e, mais importante, mesmo quando ela está presente em quantidades ínfimas – até uma parte em um trilhão.

Esse material é usado para testar equipamentos médicos e vacinas. Se alguma bactéria é encontrada, ele coagula e vira um tipo de gel, indicando a presença dela. Se não, é sinal verde para serem usados em nós. Esse processo simples e quase instantâneo, chamado de teste LAL, evita muitas mortes por infecção. Nos Estados Unidos, a FDA, equivalente à Anvisa, impõe esse teste a toda a indústria farmacêutica e de implantes cirúrgicos.

Infelizmente, a “doação” de sangue pelos caranguejos-ferradura não é tão simples quanto a feita por nós. Tanto que, após detectarem um declínio na população do artrópode na América do Norte, as cinco empresas responsáveis pela coleta de sangue implementaram mudanças: agora, elas colhem no máximo 30% do sangue de cada caranguejo-ferradura e os devolvem à natureza em seguida. Mesmo assim, estima-se que entre 10 e 30% deles morra no processo, e entre as fêmeas sobreviventes, foi constatado que a taxa de natalidade diminui.

Além dos benefícios à saúde humana, existe outro fator que pesa: o valor financeiro do belo sangue azul dos caranguejos-ferradura. Um litro chega a valer US$ 15 mil, o que faz dessa coleta uma indústria multimilionária. Existem pesquisas que buscam criar uma variedade sintética do elemento que nos interessa, mas ela ainda é bastante preliminar e precisa de mais tempo para ser desenvolvida. 






Fonte: Atlantic via IFLScience

Prefeitura de Apodi - RN abre seleção com 68 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva, salários de até 8 mil reais.

Com vistas a prover 68 vagas temporárias e prover cadastros de reserva, a Prefeitura de Apodi, Rio Grande do Norte, anunciou a abertura do processo seletivo 003/2014.

Dentre os cargos disponibilizados estão os de Técnico de Saúde Bucal e Médico, com jornadas de trabalho de 30h e 40h por semana e salários que variam de R$ 788,06 a R$ 8.000,00.

Para concorrer basta ter formação em níveis médio e superior e realizar inscrição de 11 a 15 de setembro de 2014, apenas em dias úteis, das 8h às 13h, na Secretaria de Saúde (avenida Marechal Floriano Peixoto, nº. 117, Centro), com entrega dos documentos solicitados em edital. As taxas são de R$ 50,00 e R$ 80,00.

Todos os participantes serão avaliados por meio de análise curricular e entrevista individual, conforme detalhado no certame.
A validade da seleção é de dois anos e pode ser estendida por mais seis meses.






Fonte: PCI.

No rastro do dinheiro da Propinobrás

Entenda como o esquema na Petrobras abasteceu o caixa de aliados do governo e conheça os novos nomes denunciados pelo ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa na delação premiada


Há duas semanas, uma equipe composta por integrantes da Polícia Federal e do Ministério Público trabalha arduamente para detalhar como funcionaria o propinoduto instalado na Petrobras para abastecer políticos aliados do governo Dilma Rousseff. Até agora, eram conhecidos trechos da delação do ex-diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras Paulo Roberto Costa, considerado o maior arquivo vivo da República. Em depoimento à Polícia Federal, o ex-executivo da estatal entregou nomes de políticos e empresas que superfaturaram em 3% o valor dos contratos da Petrobras exatamente no período em que ele comandava o setor de distribuição, entre 2004 e 2012.
HOMEM BOMBA
O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras 
Paulo Roberto Costadepôs novamente à
 PF, na última semana, e apresentou novos 
nomes envolvidos no escândalo

Já se sabia que dessa lista faziam parte figuras graúdas da República, como os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Henrique Eduardo Alves, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, João Vaccari Neto, secretário nacional de finanças do PT, Ciro Nogueira, senador e presidente nacional do PP, Romero Jucá, senador do PMDB, Cândido Vaccarezza, deputado federal do PT, João Pizzolatti, deputado federal do PP, e Mário Negromonte, ex-ministro das Cidades, do PP, e até o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no mês passado. No entanto, a relação de nomes entregue pelo ex-executivo da Petrobras é ainda mais robusta. ISTOÉ apurou com procuradores e fontes ligadas à investigação que, além desses políticos já citados, também foram delatados por Paulo Roberto Costa o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o governador do Ceará, Cid Gomes, e os senadores Delcídio Amaral (PT-MS) e Francisco Dornelles (PP-RJ).
O DOLEIRO AMEAÇA FALAR
Envolvido na Operação Lava Jato, o doleiro
 Alberto Youssef, que tambémestá preso, tem sido
 pressionado a contar tudo, em troca de benefícios

Na semana passada, as investigações avançaram sobre o rastreamento do dinheiro desviado. Os levantamentos preliminares já confirmaram que boa parte da lista de parlamentares e chefes de governos estaduais contemplada, segundo o delator, pelo propinoduto da Petrobras, tem conexão direta com as empresas envolvidas no esquema da estatal. Levantamento feito na prestação de contas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela que cinco empreiteiras acusadas de participar do esquema este ano doaram quase R$ 90 milhões a políticos relacionados ao escândalo. Procuradas por ISTOÉ, as empresas envolvidas respondem em uníssono que as doações “seguem rigorosamente a legislação eleitoral”. A PF, no entanto, apura a origem dos recursos doados e se, além dos repasses oficiais, houve remessas ilegais. Suspeita-se que as doações eleitorais sejam usadas para lavar e internalizar o dinheiro depositado no exterior. Instada a colaborar, a Justiça da Suíça, país por onde circularam receitas provenientes de superfaturamento dos contratos da Petrobras, já deu o sinal verde para a cooperação.
FACHADA
O governador do Ceará, Cid Gomes, delatado 
por Paulo RobertoCosta, nega que tenha envolvimento no caso
A análise do mapa de distribuição do dinheiro para as campanhas de políticos ligados ao escândalo mostra que os repasses financeiros nem sempre guardam relação com o perfil econômico dos Estados. Essa constatação intriga a PF. É o caso de Alagoas, Estado do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), um dos personagens citados no testemunho do delator. Em uma unidade da federação em que as principais atividades são a indústria açucareira e o turismo, as empreiteiras contratadas pela Petrobras não têm nenhum interesse de investimento ou projetos no estado. Mesmo asism, abarrotaram o caixa de campanha de Renan Filho (PMDB), herdeiro político do senador. Cinco empresas relacionadas ao esquema entraram com R$ 8,1 milhões na campanha, o equivalente a 46,8% dos R$ 17,3 milhões arrecadados pelo diretório estadual do partido, presidido pelo parlamentar.

No fim de agosto deste ano, um cheque de R$ 3,3 milhões da Camargo Corrêa irrigou o caixa controlado por Renan. Para que os recursos não saíssem diretamente para a campanha do filho do presidente do Senado, o dinheiro foi pulverizado em campanhas de deputados estaduais de diferentes partidos que compõem a coligação formada em torno de Renan Filho. Partidos como PDT, PT, PCdoB e PROS dividiram os recursos. O senador reagiu indignado ao vazamento do acordo de delação e negou proximidade com a diretoria da Petrobras. “As relações nunca ultrapassaram os limites institucionais”, afirma o parlamentar alagoano. A Camargo Corrêa foi levada à investigação da PF pelo doleiro Alberto Youssef, responsável pela lavagem do dinheiro ilegal da Petrobras. Em uma mensagem interceptada, ele reclamou que adiantou dinheiro à empreiteira e que não sabia como cobrar a dívida, de R$ 12 milhões, por ser amigo de diretores da empresa.


As denúncias do ex-diretor da Petrobras, feitas no depoimento concedido ao juiz Sérgio Moro, especialista em lavagem de dinheiro, atingiram as duas principais autoridades do Poder Legislativo. Além de Renan, Costa também mencionou o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), como beneficiário do esquema criminoso. 

Alves viveu por semanas a pressão de submeter o deputado André Vargas (PT-PR), amigo do doleiro Youssef, às instâncias do conselho de ética da Casa. Agora, ele próprio se vê envolvido na incômoda lista de políticos apontados pelo delator. Alves nega ter recebido recursos de Paulo Roberto Costa, mas, a exemplo de Renan, tem a campanha abastecida por empresas situadas no epicentro do escândalo. Henrique Eduardo Alves lidera a corrida ao governo do Rio Grande do Norte.

 Até agora, recebeu R$ 6,7 milhões de três empreiteiras apontadas no esquema de desvio de verbas da estatal. A relação do presidente da Câmara com a Petrobras é antiga. Sua influência nos quadros da estatal alcança desde grandes postos no Rio de Janeiro até a gestão da Refinaria Clara Camarão, no seu Estado. Só para alojar um apadrinhado na refinaria, o presidente da Câmara ordenou em 2012 a constituição de uma nova gerência de serviços especiais. 

Trata-se de Luiz Antônio Pereira. Um ano antes, a refinaria Clara Camarão havia passado por um pente fino do TCU e o tribunal encaminhou a auditoria para o Ministério Público, com o objetivo de esmiuçar indícios de superfaturamento e contratos sem licitações que marcaram a gestão da obra.
BENEFICIÁRIO
Mencionado pelo ex-diretor da Petrobras na delação 
premiada, o senador Delcídio Amaral obteve recursos 
para sua campanha de empresas citadas como integrantes do esquema
Incluído também na lista do ex-diretor da Petrobras, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) viu brotar na conta bancária do diretório partidário que preside em Roraima recursos provenientes das empreiteiras citadas no esquema. A OAS, Andrade Gutierrez e UTC doaram, juntas, R$ 1,6 milhão ao projeto político do PMDB no Estado. O valor que as empreiteiras repassaram à sigla de Jucá é maior do que os recursos transferidos das empreiteiras para o PSB, partido do cabeça de chapa da coligação do PMDB: o comitê do candidato ao governo Chico Rodrigues, que tem o filho de Jucá, Rodrigo Jucá, como candidato a vice, arrecadou R$ 615 mil.

Em seu depoimento à PF, Paulo Roberto Costa revelou que as empreiteiras contratadas pela Petrobras eram obrigadas a fazer doações para um caixa paralelo de partidos e políticos integrantes da base de sustentação de Dilma. Seguindo o rastro do dinheiro, a investigação mostra que, até agora, as empresas contratadas pela Petrobras engordaram o caixa do PMDB em R$ 15,5 milhões. Enquanto os peemedebistas adotam um método pulverizado de doação de campanha, o PT é o que concentra a maior fatia do dinheiro das empresas citadas no escândalo. Andrade Gutierrez, OAS, Queiroz Galvão, Engevix e UTC destinaram R$ 28,5 milhões à direção nacional do PT. À candidata Dilma Rousseff, R$ 20 milhões foram repassados pela OAS e outros R$ 5 milhões pela UTC.
CITADO
O senador Francisco Dornelles, alvo do delator
 Paulo Roberto Costa,obteve R$ 400 mil da Andrade Gutierrez 
e R$ 800 mil da Queiroz Galvão
A rede de corrupção guarda íntima relação com problemas de gestão identificados pelos órgãos de fiscalização na execução de outras obras de refinarias. No Maranhão, a pressa política do PT em apresentar a pedra fundamental da Refinaria Premium custou R$ 84,9 milhões à Petrobras. O lançamento foi feito sem o projeto básico e o consórcio de empreiteiras contratado atrasou o início das obras, pois os terrenos ainda estavam sub judice. Ainda no Estado maranhense, o filho do ministro de Minas e Energia, integrante da lista de Paulo Roberto Costa, e candidato do PMDB ao governo do Maranhão, Lobão Filho, recebeu para sua campanha R$ 500 mil da empresa Andrade Gutierrez. A PF apura ligações do candidato com a empresa fornecedora de material para a construção da refinaria, no município de Bacabeira. O ex-ministro de Minas e Energia Silas Rondeau atua há muito tempo nessa área para a família do ex-presidente José Sarney (PMDB), pai da governadora do Maranhão, Roseana Sarney. Quando saiu do ministério, Rondeau foi trabalhar na Engevix, uma das cinco empreiteiras abraçadas pelo escândalo.

Recém-incluído na rumorosa relação do delator, o senador petista Delcídio Amaral também obteve recursos para sua campanha de empresas mencionadas como integrantes do esquema. A campanha de Delcídio ao governo de Mato Grosso do Sul recebeu R$ 622 mil da OAS, R$ 2,8 milhões da Andrade Gutierrez e R$ 2,3 milhões da UTC. Entre 2000 e 2001, Delcídio ocupou a diretoria de Gás e Energia da Petrobras. Com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva para presidente, em 2002, ele se transferiu do PFL para o PT e apadrinhou a indicação de Nestor Cerveró, primeiro para a área de Gás e Energia, ocupada por Ildo Sauer, e, finalmente, para a área Internacional. Um dos depoentes da CPI da Petrobras no Congresso na última semana, Cerveró encontra-se no rol de investigados no escândalo da estatal. 
ELE, DE NOVO
O deputado Eduardo Cunha é outro integrante 
do PMDBincluído na lista do ex-diretor da Petrobras
Outros três políticos que aparecem no escândalo receberam, direta ou indiretamente, dinheiro das empreiteiras acusadas de irregularidades nos contratos com a Petrobras. O deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) foi agraciado com R$ 150 mil provenientes da UTC. Já o senador Francisco Dornelles (PP) obteve R$ 400 mil da Andrade Gutierrez e R$ 800 mil da Queiroz Galvão. À ISTOÉ, Dornelles admitiu que conhece Paulo Roberto Costa, mas, segundo o senador, não houve qualquer participação dele nessas doações. “Todas as doações recebidas pelo diretório do PP no Rio tiveram como origem empresas juridicamente aptas a fazê-las”, afirmou. O ex-ministro das Cidades Mário Negromonte foi contemplado com R$ 200 mil da OAS e R$ 100 mil da UTC. Na delação que fez à PF, Paulo Roberto Costa menciona ainda o governador Cid Gomes, do Ceará, com quem negociou a instalação de uma minirrefinaria no Estado. O projeto seria apenas uma fachada para um esquema de lavagem de dinheiro por meio de empresas que nunca sairiam do papel, conforme ISTOÉ denunciou em abril. “Não sei quem é Paulo Roberto. Nunca estive com esse cidadão e sou vítima de uma armação de adversários políticos”, disse o governador Cid Gomes à ISTOÉ na tarde da sexta-feira 12.

Quando a Polícia Federal iniciou as apurações, os investigadores tentaram abraçar um universo de temas. Sob a guarda do juiz federal Sérgio Moro, a PF buscava provas de crimes de evasão de divisas, contrabando de pedras preciosas e tráfico internacional de drogas, mas tinha dificuldade para amarrar uma linha de trabalho e caracterizar a ação de uma quadrilha. O acordo de delação do ex-diretor da Petrobras contribuiu, e muito, para apontar um rumo. Mas, para se livrar dos 50 anos de prisão que teria de pagar pelos seus crimes, Paulo Roberto Costa terá de trazer provas. Todos os políticos rechaçam as acusações do delator com o argumento de que não foram apresentadas provas. 

De fato, para que o depoimento do delator tenha relevância na elucidação da rede de corrupção, Costa terá de materializar suas afirmações. Pelo que se pode depreender até agora, as movimentações feitas com os recursos desviados da Petrobras abrangem o caixa formal dos candidatos, como mostra esta reportagem, e também dinheiro de caixa 2. No curso de seu trabalho para desvendar as tenebrosas transações, Sérgio Moro deu uma ordem: não quer depender de grampos ou suposições e vai fugir da “teoria do domínio do fato”, método que permeou o julgamento do mensalão, o maior escândalo de corrupção dos governos do PT.

Matéria da Revista Isto É

Parabéns meus amores....



Um verdadeiro absurdo: Secretaria Municipal de Saúde de Caicó perdeu R$ 756.335,00 em recursos para Saúde

O Conselho Municipal de Caicó foi informado pelo programa de requalificação de unidades básicas do ministério da saúde que o município de Caicó perdeu R$ 756.335,00 para ampliação de 11 Unidades Básicas de Saúde (UBS), contemplado no ano de 2012 de acordo com a portaria 1.170 de junho de 2012 do ministério da saúde. 

As UBS que tiveram as propostas canceladas em decorrência do não cumprimento de prazo para inserção da ordem de serviço no MS/SISMOB foram: UBS Barra nova no valor de R$ 73. 980,00; UBS Itans- R$ 72.480,00; UBS Vila do Príncipe- R$ 70.665,00; UBS Samanaú-R$ 73.830,00; UBS Alto da Boa Vista- R$ 74.940,00; UBS Recreio-R$ 63.465,00; UBS Salviano Santos- R$ 74.970,00; UBS Paraíba- R$ 74.325,00; UBS da Solidade-R$ 74.040,00; UBS W. Gurgel- R$ 54.465,00; UBS João Paulo II- R$ 50. 175,00. 

Diante deste fato questionável, tendo em vista a situação física destas UBS, o Conselho Municipal de Saúde deliberou em reunião realizada nesta quinta-feira (11) pela realização de uma reunião com o prefeito de Caicó, Roberto Germano, Secretária de saúde, Maria José e equipe técnica da secretária para esclarecimento de tal atitude da prefeitura. 

Após esta reunião o conselho emitirá um posicionamento oficial sobre o comportamento da prefeitura, porém, a principio julgamos um grande equivoco a decisão tomada e um imenso prejuízo para a qualidade da atenção básica no município de Caicó.


Do Blog: Essa é a forma que o prefeito Roberto Germando trata a população Caicoense? 

Acorda Caicó!!!!


Mais bomba já já...


A semana vem sendo cercada por rumores de que a revista Veja, de hoje dia 13/09 sábado, completará a lista de políticos envolvidos no escândalo da Petrobras, divulgada dias atrás. 

A Polícia Federal abriu inquérito para apurar como vazaram dos depoimentos de Paulo Roberto Costa os nomes já conhecidos, mas se nova leva de supostos implicados vier a público, a tarefa ficará mais difícil.


O Comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte convoca primeiras turmas para curso de nivelamento.

O Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, deu início as convocações para os cursos de nivelamento especificados na nova Lei de Promoção de Praças (Lei Complementar Nº 515, de 09 de junho de 2014).

De acordo com Portaria publicada no Boletim Geral nº 169, de 12 de Setembro de 2014, pelo menos 120 (cento e vinte) soldados integram a lista dos convocados, e que o Curso de Nivelamento será iniciado com 03 (três) turmas de 40 (quarenta) alunos, cada, a ser realizado no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da PMRN-CFAPM e terá início no dia 08 de outubro de 2014. 

Após conclusão do curso os soldados estarão aptos à promoção à graduação de Cabo Combatente, que deverão ocorrer no mês de abril de 2014. 

Ainda no mesmo Boletim Geral, o Comandante convocou oitenta (80) cabos para o Estágio de Habilitação à promoção à Graduação de 3º Sargento PM, sendo que nesse caso, não será pela nova lei e o estágio deverá ter a duração de 30 dias. Provavelmente esse será o último EHS, e os próximos cabos convocados deverão participar do CFS (Curso de Formação de Sargentos), de acordo com o que estabelece a nova Lei de Promoção. 


Jornalista afirma ter provas de que os EUA estão envolvidos na morte de Eduardo Campos

O jornalista investigativo norte-americano Wayne Madsen, especialista em inteligência e assuntos internacionais afirmou em um texto publicado em sua coluna no site da Fundação da Cultura Estratégica, que os Estados Unidos, por meio da CIA, estariam envolvidos na queda do avião que matou Eduardo Campos no dia 13 de agosto.

A denúncia de Madsen foi feita na sua coluna “All Factors Point to CIA Aerially Assassinating Brazilian Presidential Candidate” (“Todos os Fatores indicam que a CIA assassinou por via aérea candidato brasileiro à Presidência”, sem tradução para o português), publicada no jornal online Strategic Culture Foundation. No texto, que lembra uma teoria da conspiração, o jornalista afirma que uma derrota de Dilma Rousseff representaria uma vitória para os planos de Barack Obama de eliminar “presidentes progressistas” da América Latina.

Segundo Madsen, os EUA têm um longo histórico de participações em mortes de políticos que ameaçam o “Império Americano”, o que tornaria a queda do Cessna ainda mais suspeita. Veja agora os motivos levantados pelo jornalista para desconfiar da participação da CIA no acidente:

1. Avião Cessna 560XLS

De acordo com a coluna, os aviões modelo Cessna 560XLS apresentam um “histórico de voo perfeitamente seguro”, tornando mais estranha a queda da aeronave de Eduardo Campos.

O texto ainda discute que diversas incertezas estão sendo levantadas sobre o proprietário do avião, que teria sido comprado por meio de empresas-fantasma. Além disso, Madsen questiona o fato de o gravador de voz da cabine do piloto não ter funcionado – a conversa registrada pelo aparelho e divulgada pela mídia pertencia a um voo anterior.

O jornalista afirma que “observadores brasileiros” acreditam que o Cessna de Eduardo Campos era um “avião fantasma” e que a nebulosidade em torno do proprietário da aeronave seria uma das táticas utilizadas pela CIA para encobrir suas atividades.

2. Equipe de investigação

Madsen levanta suspeitas sobre a equipe norte-americana enviada ao Brasil para investigar a queda da aeronave. Segundo ele, a National Transportation Safety Board já havia dado motivos para desconfiança durante a investigação de dois outros acidentes (TWA 800 e American Airlines 587), quando obteve “excelência em acobertar ações criminosas”.

3. Marina Silva é um fantoche de George Soros

Nas palavras de Madsen, Marina Silva é um “fantoche” de George Soros, um magnata húngaro-americano que está na 27ª posição entre os mais ricos do mundo da revista Forbes e que teria feito doações milionárias para reeleger Obama. O jornalista ainda ressalta que Marina Silva é membro da Igreja Assembleia de Deus, pró-Israel e muito mais favorável aos EUA do que Dilma Rousseff.

Montagem sugere que Soros manipula Obama.

A atual presidente, na visão de Madsen, representa uma ameaça aos EUA, que estariam ainda mais desconfiados depois que Edward Swoden revelou que a Agência Nacional de Segurança (NSA) estava espionando as atividades de Dilma. Além disso, o governo americano estaria muito irritado com a criação do banco do BRICS.

Com a substituição de Eduardo Campos por Marina Silva, todos sabem o que aconteceu: as pesquisas passaram a se mostrar mais favoráveis à candidata do PSB do que à do PT. Apesar de Dilma aparecer à frente de Marina no primeiro turno, a situação se inverte nosegundo.

4. Marina Silva como “Terceira Via”

Conforme Madsen alega, a apresentação de Marina Silva como uma terceira opção entre a polarização PT e PSDB teria, na verdade, origem em uma corrente internacional conhecida por “Terceira Via”, à qual pertenceram vários políticos financiados justamente por George Soros. Para o jornalista, a intenção dessa corrente seria infiltrar seus representantes e assumir o controle de partidos ligados à classe trabalhadora. Entre os políticos mais famosos da Terceira Via, estariam Bill Clinton, Tony Blair e Fernando Henrique Cardoso.

O próprio Eduardo Campos faria parte dessa corrente; entretanto, segundo Madsen, a Terceira Via não veria nenhum problema em tirá-lo de seu caminho para poder colocar no poder Marina Silva, que seria mais popular do que Campos e atenderia mais aos interesses de Israel e dos EUA.




Reitora da UFRN anuncia expansão da estrutura física do Campus Caicó

Depois da aprovação do Plano Diretor dos Campi Caicó e Currais Novos, a UFRN já prepara um plano de expansão para as duas unidades. O primeiro passo nesse sentido foi dado na manhã de hoje, 12, com a assinatura de dois contratos para obras no Ceres de Caicó. 

A reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz, assinou os documentos ao mesmo tempo em que anunciou que sete outras obras serão iniciadas em breve na cidade.

As intervenções físicas neste primeiro momento serão a construção de um prédio destinado à pesquisa e pós-graduação e à reforma e recuperação das estruturas físicas dos blocos de aulas, sobretudo na parte elétrica. Em ambos os casos, a empresa responsável será a F. Dois Engenharia Limitada. O valor conjunto das obras é de R$ 2.229.578,59 e o prazo para término é de 240 e 120 dias, respectivamente.

Na assinatura esteve presente a diretora do Centro Regional de Ensino Superior (CERES) da UFRN, Ana Aires, que falou a respeito da importância dessas obras. “A rede elétrica do nosso Campus é um pouco antiga e em virtude disso oscila bastante. Essa reforma é de vital importância até para o plano de interiorização da UFRN”, realçou a professora.

Além destes dois contratos, um terceiro foi assinado, tendo como objeto o fornecimento, a montagem e a instalação de sistema de ar condicionado central para atender à demanda do prédio dos laboratórios dos novos cursos de Engenharia do Centro de Tecnologia do Campus Central. O processo licitatório teve o valor final fixado em R$ 3.863.900. A empresa vencedora foi a Arplan Engenharia Térmica LTDA, que tem até maio de 2015 para entrega do serviço.


Petrobras lança novo concurso público com mais de 8 mil vagas

A Petrobras lançou novo concurso público nesta sexta-feira (12/9). De acordo com o edital de abertura, publicado no Diário Oficial da União, são 8.088 vagas para candidatos com nível médio e superior. Desse total, 663 são para provimento imediato e 7.425 para formação de cadastro reserva. A Fundação Cesgranrio é a banca organizadora.

Para quem tem nível médio o cargo é de técnico jr em administração e controle, comercialização e logística, enfermagem do trabalho, ambiental, exploração de petróleo, informática, inspeção de equipamentos e instalações, logística e transporte, manutenção (caldeiraria, elétrica, instrumentação e mecânica), operação, perfuração e poços, projetos construção e montagem, segurança suprimento de bens e serviços, e químico de petróleo. Para essas cargos são 575 vagas imediatas, e 6.436 para cadastro reserva. Os salários vão de R$ 2.073,87 a R$ 3.400,47.

Quem tem graduação pode disputar os postos júnior de administrador, analista de comercialização e logística, contador, enfermeiro do trabalho, engenheiro civil, engenheiro de equipamentos, engenheiro de petróleo, de processamento, de produção, de segurança, além dos cargos de geofísico, médico do trabalho e profissional de comunicação (relações públicas). Os graduados têm 88 vagas imediatas e 989 para cadastro. As remunerações variam de R$ 4.574,75 a R$ 8.081,98.

As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Macaé/RJ, Maceió/AL, Manaus/AM, Mauá/SP, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santos/SP, São José dos Campos/SP, São Luís/MA, São Mateus/ES, São Mateus do Sul/PR, São Paulo/SP e Vitória/ES.

As inscrições terão início no dia 25 de setembro até 10 de outubro, pelo site www.cesgranrio.org.br/concursos. As taxas variam de R$ 40 a R$ 58. 20% das vagas é reservada para negros e pardos e 5% para candidatos deficientes.

Os exames terão questões sobre português, inglês e conhecimentos específicos para nível superior; e para nível médio as provas serão sobre português, matemática e conhecimentos específicos.

As provas objetivas serão aplicadas para todos os cargos no dia 7 de dezembro, Haverá exame de capacitação física somente para o cargo de técnico de perfuração e poços júnior, nos dias 24 e 25 de janeiro de 2015.